28/06/2011

Aprendendo com os mestres: Antonio Gaudí!


Esses rascunhos (e outros mais e mais) foram feitos no dia 13 de junho de 2011, escrevo "no dia" porque realmente todo o dia eu estive caminhando pela Catedral da Sagrada Família - obra a que Gaudí dedicou a maior parte de sua vida, e também, na minha fraca percepção, a mais fantástica obra de arte em processo. A catedral está sendo construída a mais de 100 anos e agora os responsáveis pela obra afirmam que chegaram a 60% do projeto. A previsão de conclusão da basílica é para os anos de 2040... Essa é considerada a "nona sinfonia" da arquitetura.
Enfim: Viva Gaudí!!!


"Só agora, no fim do dia, durante minha última e vagarosa caminhada pelo templo da Sagrada Família é que entendo o porquê da insistência de Gaudí quanto ao templo ser um 'bosque'. Mais do que simbólico, o bosque é um convite ao passeio, ao caminhar mesmo. Estranhamente, aqui, sentado e parado a contemplação não é completa. É preciso ver o bosque em movimento, fora das 2 dimensões ópticas. Deve-se atravessar o bosque, assim como a luz que vem dos vitrais. É possível tornar-se luz também, e também modificar-se ao longo do dia, e também modificar o bosque com suas modificações. Gaudí faz da natureza algo humano, e do humano algo divino."
(caderno de anotações, dia 13/06/2011)

Obrigado mestre!

3 comentários:

Marta disse...

Que orgulho! Meu amigo fez um caderno de viagens!
Quando crescer quero ser igual a você! hehehe
Amo, amo, amo o Gaudí!
Acho q fachada dos fundos um sacrilégio em relação a catedral!
bjocas

ToniLeo disse...

hahaha,
na verdade fiz 3! rs
Um tipo de diário do caminho, um caderno de anotações e um caderno de desenhos mesmo.
Quando vc resolver aparecer te mostro tudo.
Agora, só o termo "fachada dos fundos" já o máximo! hehe
Beijaoo

Isabel Hargrave disse...

Quando fui lá em 2001 a previsão de término era para 25 anos. Agora, 10 anos passados, previsão para daqui 29!